Fundamentación del abordaje cualitativo para la investigación en salud sexual y reproductiva

  • Simone Da Nóbrega Tomaz-Moreira
  • Lílian Lira Lisboa Fagundes-Galvão
  • Carmen Oliveira Medeiros-Melo
  • George Dantas De Azevedo

Resumen

Respaldado en la revisión de la literatura, este trabajo tiene como objetivo discutir los fundamentos de la investigación cualitativa en el área de la salud sexual y reproductiva, señalando la importancia de dicho abordaje metodológico hacia la comprensión de los comportamientos relativos a las prácticas de la salud. Además, son presentados los principios epistemológicos, los métodos de adquisición de datos más significativos en la investigación, como también se discuten algunos métodos utilizados en el tratamiento de los datos cualitativos.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Simone Da Nóbrega Tomaz-Moreira
Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 
Lílian Lira Lisboa Fagundes-Galvão
Mestranda do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
Carmen Oliveira Medeiros-Melo
Mestranda do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
George Dantas De Azevedo
Professor Adjunto Doutor do Departamento de Morfologia, Centro de Biociências e Orientador do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Referencias bibliográficas

McKibbon KA, Gadd CS. A quantitative analysis of qualitative studies in clinical journals for the 2000 publishing year. BMC Med Inform Decis Mak 2004;4:11.

Chizzotti A. Pesquisa em ciências humanas e sociais. 3 ed. São Paulo: Editora Cortez; 1998.

Osis MJD. Abordagens qualitativas em saúde reprodutiva. En: Barros NF, Cecatti JG, Turato ER. Pesquisa qualitativa em saúde: múltiplos olhares. Campinas, SP: UNICAMP/FCM; 2005. p. 121-33.

Turato ER. Métodos qualitativos e quantitativos na área da saúde: definições, diferenças e seus objetos de pesquisa. Rev Saúde Pública 2005;39:507-14.

Nogueira-Martins MCF, Bógus CM. Considerações sobre a metodologia qualitativa como recurso para o estudo das ações de humanização em saúde. Saúde e Sociedade 2004;13:44-57.

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Editora Hucitec; 2004.

Turato ER. Introdução à metodologia da pesquisa clínicoqualitativa: definição e principais características. Rev Portuguesa de Psicossomática 2000;2:93-108.

Lopes MHBM, Campos CJG. Estudos qualitativos de enfermagem em saúde reprodutiva. En: Barros NF, Cecatti JG, Turato ER. Pesquisa qualitativa em saúde: múltiplos olhares. Campinas, SP: UNICAMP/FCM; 2005. p. 145-51.

Dantas-Berger SM, Giffin K. A violência nas relações de conjugalidade: invisibilidade e banalização da violência sexual? Cad Saúde Pública 2005;21:417-25.

Silva L, Santos RC, Parada CMGL. Compreendendo o significado da gestação para grávidas diabéticas. Rev Latino-Am Enfermagem 2004;12:899-904.

Flick U. An introduction to qualitative research. London: Sage; 2002.

Borlot AMM, Trindade, ZA. As tecnologias de reprodução assistida e as representações sociais de filho biológico. Estud psicol (Natal) 2004;9:63-70.

Thiollent M. Metodologia da Pesquisa-Ação. São Paulo: Editora Cortez; 2000.

Willing C. Introducing qualitative research in psychology: adventures in theory and method. Buckingham: Open University Press; 2001.

Rizzini I, Castro MRD, Sartor CD. Guia de metodologias de pesquisa para programas sociais. Rio de Janeiro: Editora Universitária Santa Úrsula. Coordenação de estudos e pesquisas sobre a infância – CESP/USU; 1999.

Minayo MCS (Org.), Deslandes SF, Cruz Neto O, Gomes R. Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Editora Vozes; 1994.

Santos AL, Rosenburg CP, Buralli KO. Histórias de perdas fetais contadas por mulheres: estudo de análise qualitativa. Rev Saúde Pública 2004:38:268-76.

Oliveira EM, Barbosa RM, Moura AA, von Kossel K, Botelho F, et al. Atendimento às mulheres vítimas de violência sexual: um estudo qualitativo. Rev Saúde Pública 2005:39:376-82.

Goldenberg M. A arte de pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em ciências sociais. Rio de Janeiro: Editora Record; 2004.

Nunes ED. A metodologia qualitativa em saúde: dilemas e desafios. En: Barros NF, Cecatti JG, Turato ER (Org.). Pesquisa qualitativa em saúde: múltiplos olhares. São Paulo, Komedi; 2005. p. 15-24.

Moreira, SNT. Abordagem dos aspectos psicológicos da mulher infértil: um estudo quali-quantitativo. Dissertação de Mestrado - Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, XIII, 90 f. Natal; 2004.

Vigeta SM, Bretas AC. A experiência da perimenopausa e pós-menopausa com mulheres que fazem uso ou não da terapia de reposição hormonal. Cad. Saúde Pública 2004;20:1682-9.

Moreira SNT, Azevedo GD. Incorporating qualitative approaches is the path to adequate understanding of the psychosocial impact of polycystic ovary syndrome. Hum Reprod 2006;21:2723-4.

Publicado
2007-03-30
Cómo citar
1.
Tomaz-Moreira SDN, Fagundes-Galvão LLL, Medeiros-Melo CO, De Azevedo GD. Fundamentación del abordaje cualitativo para la investigación en salud sexual y reproductiva. Rev. Colomb. Obstet. Ginecol. [Internet]. 30 de marzo de 2007 [citado 14 de julio de 2020];58(1):28-7. Disponible en: https://revista.fecolsog.org/index.php/rcog/article/view/491
Sección
Articulo de Revisión